E quando tudo começou...

quinta-feira, 2 de julho de 2009

ANJO PERDIDO

 
ANJO PERDIDO

Entre pensamentos e atos
A dor não mais existe
Não quero sair daqui
Minha eternidade
Me torna cada vez mais distante de ti
A cada momento me afasto de tudo
e dos outros que tentam levar minha alma.
Minha paz é preservada no "Meu Mundo"
Onde vivo na solidão poética imortal
Minha arte me sustenta
Me possui, me ilude por horas...

Arte que atraem mortais, que como eu compartilham sua solidão comigo
entre os obituários, almas perdidas que me seguem naquele mundo frio e insane dos ...
Umbrais Ocultos

2 comentários:

Äмbзr Gïrℓ ⅞ disse...

o silencio... precisamos todos dele.

Blog Suicide Virgin

♠J. کchmid♠ disse...

Soube poetizar muito bem msm, todos encontramos a paz em nossos mundos adorei!
Blog Man in the Box