E quando tudo começou...

segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

Poemas Coexistem

POEMAS COEXISTEM

Poemas são para loucos ou sensíveis
Não dão dinheiro, mas me fazem rica de esperança
A mesma esperança que um dia Lenon plantou
No seu coração
Quero viver de poemas me expressando por eles.
Mais eles vivem em mim e talvez em ti.
Coração de poeta é tonto, vão, solidário
Solitário, viril, mórbido, mas nunca cruel
Somos peças no xadrez da vida
Tombamos o Rei, andamos aleatoriamente como a Rainha
Defendemos como Peões, escoltamos como os Cavalos
Guardamos as laterais e espaços como as Torres
Escapamos como os Bispos, sempre a "francesa".
Enfim, derrotamos e somos derrotados
Somos o "cheque-mate" na discórdia
Estratégia na guerra das letras
Para mostrar a vocês que somos
Tolos no exercício eterno do saber
Provamos algo? Não, precismos provar nada!
A poesia sempre será o ponto de partida e o final de tudo
E mesmo no futuro alguém te fará sorrir e chorar
Com um simples...

POEMA

Mazel Tov

MALU FREITAS
FOTOS:GOOGLE

Nenhum comentário: