E quando tudo começou...

segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

Somente os meus lábios....


Somente meus lábios...

Fazem promessas
Que se cumprirão enquanto tu deixares
Sentirás meus beijos enquanto quiseres
Cantam a celebração do gozo em seus ouvidos
Todas as vezes que desejares
Fala-me aos ouvidos e ouvirei
Beija-me os lábios e te mostrarei
Que promessas podem ser cumpridas
Realizadas sem medo, sem receios
De que acabem
Terão a malícia e a doçura
Aliadas as minhas habituais mordidas
Sem elas jamais existiriam paixões inesquecíveis
Permita-me...Beijar-te
Enquanto vida eu tiver
Enquanto nossa paixão for eterna


Malu Freitas

Nenhum comentário: