E quando tudo começou...

domingo, 23 de novembro de 2008

Sua boca...Doces palavras


Sua Boca

Doces palavras
Delírios dos beijos
Lábios que prometem
Palavras só para mim
Desejos, Infindos, Sonhos
De ter-me. Sonho em tê-lo
Gosto de belos lábios
Sonho com seu lindo sorriso
Desejo essa boca sua que me faz pensar
No doce beijo que me destes
No escuro no dia do encontro
Beijo que desnudou-me
Tem gosto do proibido
Do silêncio
Que tanto busquei e poucos quiseram me dar
Tu és a boca que porta o silêncio
Tão necessário para nossa felicidade
Talvez, por isso agora tudo dê certo
E nada irá atrapalhar nossos momentos de silêncio.
Obrigado por silenciar
Meu nome não é mais saudade
Talvez seja agora...

Cumplicidade

Malu Freitas
Foto: pessoal

Nenhum comentário: