E quando tudo começou...

sexta-feira, 21 de novembro de 2008

Guerreiros e suas Espadas

Um guerreiro jamais se afasta da sua espada
E somente se livra dela
Quando algo de muito ruim acontece
Ou quer celebrar mais uma loucura
É como um braço, uma perna
É sua maior conquista
Seu maior prazer

E quando sabe como dominá-la...

A tem em suas mãos não como brinquedo
Mais como uma eterna jóia
A primeira nunca será esquecida
A outras serão apenas consequências ou eternas ambições
Muitas vezes não importa a marca

O que importa é a magia que ela faz e o impacto que provoca.

Vendê-la é como decepar uma parte do corpo
Ao menos que seja por uma boa causa
E assim, segue seus guerreiros e suas espadas:
BELAS GUITARRAS
QUE JAMAIS SERÃO ESQUECIDAS!
E OS GUERREIROS DELAS TAMBÉM!

MALU FREITAS

foto: google

Nenhum comentário: