E quando tudo começou...

segunda-feira, 24 de novembro de 2008

Que nunca me faltem...


Que nunca me faltem...
Pernas para seguir enfrente aos obstáculos
Minhas cruzadas de pernas para te enlouquecer
Forças para seguir-te onde quiseres ir
Beijos que tanto dá e que me faz tão bem
Abraços das suas pernas com as minhas que seduzem
Calor das suas á noite ao meu lado
Principalmente quando dormimos de conchinha

Desde que as viu
Jamais parou de falar
Não esqueces que tão minha quanto sua
Minhas pernas sempre irão te abraçar
Gostas tanto que resolveu na foto eternizar
E de tanto tocá-las, já sinto
Que elas só são minhas
Quando eu andar
Como uma possessão
Deixe-as um pouco comigo
Para que eu possa te acompanhar
Bota tua cabeça em meu colo
Que eu quero teu lindo rosto acariciar

Malu Freitas
Foto: Pessoal

Nenhum comentário: