E quando tudo começou...

quarta-feira, 12 de novembro de 2008

Da minha janela...


Da minha janela vejo...
Você chegar, acenar e sorrir
Um sorriso lindo que cabe numa boca perfeita
Como descobristes que adoro ver você na sua janela
Simplesmente me liga para que me desconcentre
E chegue só para te olhar...
Quanta pretensão!

E nos finais dos dias você está sempre lá.
A me olhar, acenar, mandando beijos
Eu aqui a suspirar

Da sua janela
Me observa, liga eu atendo e você...
Me atormenta com mais um café
Não resisto e desço
Muitas escapadas vale a pena
Só para te ver
Um anjo na janela, outro que espera...
Humm! Comecei a gostar disso

Ontem gostei de ficar na janela
Por que não estavas lá
Estavas ao meu lado
E com os cabelos ao vento, olhou-me
E num belo sorriso me disse:
"- Lembro do namorinho do portão."
Vi nos teus olhos um brilho que há muito não via
E o beijo trocado abraçados naquela janela
Foi para como um delicioso:

Namorinho de portão


Malu Freitas
Fotos:Google

Nenhum comentário: