E quando tudo começou...

terça-feira, 10 de novembro de 2009



CRUZADAS
(Cartas de um Vampiro)
Em nome da fé sigo oprimindo o inimigo.
Bravo e combatente espero voltar vivo para casa.
Na certeza de uma razão, mas por ironia do destino,
me encontro num inferno em nome da paz.
Mato em nome de Deus e em nome Dele perco meu amor.
Tudo farei para achá-la nos Umbrais Ocultos dos meus sentimentos.
Aos braços dela voltarei seja na Vida ou na Morte  para todo sempre.
Na dor de um Vampiro a eternidade me levará a ela.
Beberei sua alma e a levarei comigo por toda eternidade.
Amén

Malu Freitas

Nenhum comentário: