E quando tudo começou...

domingo, 12 de abril de 2009

Coração Quântico







Coração Quântico


Em alguma mão fria depositaste
Seu coração
Que de tão aquecido... Derreteu...Sumiu
Aquela mão jaz na escuridão
Dos seus pensamentos
E o coração vermelho-pulsante
Poderá voltar aquecer
Brilhará como uma joia numa mão azulada
Da harmonia e da paz.


Se quiseres um amor tranquilo
Entregue seu coração a mão azul
Vibre numa nuance violeta
Da verdade e da transformação
Mais nunca pare de 
PULSAR
Pois, não amar é morrer...
Não importa QUEM
Nem o QUE  ama!

Apenas 

AME!

Malu Freitas

Nenhum comentário: