E quando tudo começou...

segunda-feira, 10 de novembro de 2008

SILENCE


Não deixastes que escrevestes no teu corpo
Não houve tempo para tantas coisas que queria fazer...
deixastes de ser um título para ser uma palavra
Mudastes para sempre o rumo da história
Esqueces que do outro lado existe um alguém...
Que tenta desligar o telefone
Já que desligou o elo maior da sua vida
Tenho outros pensamentos agora
Mais brandos e mais calmos
Agir agora só com a razão
Não com emoção
As palavras escritas se esvaem pelo tempo
Cravam em outra pele
Sussurram em outros ouvidos
Tenho algumas guardadas para ti
Mais elas só saíram na hora certa
Representam o caminho e o rumo
Que iremos tomar se quiseres
Mais não sei se um dia me entendeu ou me entenderá
Talvez nem queira me ouvir falar
Mais com certeza serão palavras
Necessárias para nós dois.
E não o silêncio do outro lado do telefone.

Malu Freitas


"Nunca deixes de ser uma palavra quando pode ser um título em minha vida." MF

fotos : Google

Nenhum comentário: