E quando tudo começou...

quarta-feira, 22 de outubro de 2008

Caçador de Ninfas

Suga-me inocência
Com suas magias
Seu poder oculto
Aparece na noite
Sorrateiramente homem
Em forma de serpente
Abraçando-me, dominando
Todo meu ser

Como Ninfa mais pura das espécies
Percebi seu domínio
Tomando para si
Minha doce inocência
Me transformou em Natureza
Erótica e vil

Libidinosa fonte bebi
Agora estou...
A espera da cura
Vago desesperadamente pela noite
Buscando a inocência perdida
Roubada pelo Mago Cruel
Assim que me libertar
Ao Paraíso das Ninfas poderei voltar
E minhas asas vou recuperar.

Malu Freitas
Fotos: Google

Nenhum comentário: