E quando tudo começou...

terça-feira, 19 de agosto de 2008

O BAILE

Ouvimos sinos e dançamos
Ao som das trevas...
Nos desejamos e nos atraímos pelo desconhecido
Hoje estamos ligados pelos mesmo sons, sentimentos
No baile ficamos tão juntos que parecia que nada existia
Hoje tento pensar por nós.
O que não pode acontecer.
O que não deve existir.
Uma paixão que não deve persistir
Devemos encontrar outros amores
Viver novas emoções
Embora não desejamos, não consigamos
Devemos fazer um esforço
Somos de mundos diferentes
Vivemos em tempo diferentes
Isso é minha tormenta
Meu eterno inferno
Não quero mais viver na incerteza
Me trancarei na escuridão
E viverei meu mundo
Minha vida
E deixar que a sua vida siga
Como deve ser...

COM OUTRO ALGUÉM...
QUE TE ADORE ... TE CURTA...
COMO EU TE CURTO!

Malu Freitas
Foto: Google

Nenhum comentário: